Menu Fechar

Hortênsia Music Festival

Julho 2022

Terceira, Açores - Portugal

O Hortênsia Music Festival é um festival de música clássica que decorre anualmente na bela cidade de Angra do Heroísmo, cidade património mundial da UNESCO, situada na ilha Terceira, nos Açores.

Desde 2017 Angra do Heroísmo tem sido o ponto de encontro para um grupo de inspirados intérpretes portugueses e estrangeiros. Ao longo do festival os músicos apresentam uma série de concertos de música de câmara e orientam uma masterclass com aulas diárias abertas a alunos de todas as idades. Este ambiente de partilha de conhecimentos e de experiências artísticas oferece uma oportunidade aos jovens estudantes de música de desenvolverem as suas capacidades sob orientação profissional.

Através de concertos e aulas abertas ao público, o Hortênsia Music Festival pretende promover a interacção artística dentro da comunidade ao reunir crianças, jovens e adultos em redor do gosto comum e da apreciação pela música clássica.

O Hortênsia Music Festival realiza-se graças ao generoso e contínuo apoio da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo e da Escola Básica e Secundária Tomás de Borba de Angra do Heroísmo.

Concertos

A variedade dos concertos do festival manifesta-se num cativante repertório desde o estilo Barroco ao Contemporâneo, com um foco nos compositores dos períodos Clássico e Romântico. Os músicos convidados juntam-se em várias formações de música de câmara tais como duo com piano, trio de cordas, quarteto com piano e quinteto.

Os concertos realizam-se em vários locais de referência da ilha, incluindo igrejas históricas, o icónico Salão Nobre dos Paços do Concelho e o Centro Cultural e de Congressos de Angra do Heroísmo.

Tamila Kharambura, Paul Tulloch, Fernando Costa - Trio
Piano Masterclass

Masterclasses

A masterclass oferece uma excelente oportunidade a estudantes de todas as idades de desenvolverem as suas habilidades musicais através de aulas diárias individuais com professores e músicos experientes. Em adição às aulas de instrumento solo, os alunos podem também usufruir de aulas de música de câmara, obtendo assim uma valiosa experiência de tocar juntamente com outros participantes do festival.

The lessons are held at the Escola Básica e Secundária Tomás de Borba (EBSTB) de Angra do Heroísmo .

Media

Masterclass 2021

Tamila
Kharambura

Violino

Paul
Tulloch

Viola

Fernando
Costa

Violoncelo

Anna
Ulaieva

Piano

Informações

Masterclass 2022: Julho 2022

Data de Chegada: —-  Departure date: —-

Data limite de inscrição: 15th July 2022
Recomenda-se uma inscrição antecipada, devido ao limitado número de vagas.

Localização: Todas as aulas individuais, bem como as aulas de música de câmara e as salas de estudo ficam situadas na Escola Básica e Secundária Tomás de Borba de Angra do Heroísmo.

Concerto Final: Todos os participantes são convidados a tocar no concerto final do festival, que terá lugar no dia 31 de Julho.

Custos

Participantes Solo: 80€
   *Estudantes internos da EBSTB: 50€

Música de Câmara (duo, trio, quarteto ou quinteto): 50€ por pessoa

Solo + Música de Câmara: 115€

Ouvintes: Entrada livre

Alojamento

O My Angra Boutique Hostel oferece um alojamento moderno, confortável e muito bem localizado.

O Hostel tem alojado os participantes de anos anteriores e oferece um desconto aos alunos da masterclass.

My Angra Boutique Hostel
Rua de São Pedro 168, 9700-187 | Angra do Heroísmo
bookings@myangra.com
(+351) 96 350 50 87

Para qualquer questão, favor contactar: hortensiamusicfestival@gmail.com

Formulário de Inscrição

Se tem menos de 18 anos, por favor adicione os contactos dos pais ou responsáveis legais.

Contactos

Email: hortensiamusicfestival@gmail.com
Telemóvel: (+351) 91 676 48 70

Segue-nos no Facebook!

Apoios:

Oriunda de uma família de músicos, Tamila nasceu em 1990 em Lviv, na Ucrânia, e iniciou a aprendizagem do violino com a mãe, Elena Kharambura. Aos cinco anos mudou-se com a família para Portugal, onde continuou os seus estudos de violino com a mãe no Conservatório Regional de Angra do Heroísmo. Posteriormente estudou com Gareguin Aroutiounian na Escola Superior de Música de Lisboa, com Pavel Vernikov na Scuola di Musica di Fiesole, Itália, e terminou o curso de Mestrado com distinção na classe de Vesna Stankovic-Moffatt na Kunstuniversität de Graz, Áustria. Foi bolseira da Fundação Medeiros e Almeida e da Fundação Calouste Gulbenkian. Actualmente frequenta o curso de Pós-Graduação com Albena Danailova na Universidade de Música e das Artes de Viena (Áustria).

Tamila tem-se apresentado a solo com diversas orquestras em Portugal e no seu país natal, em recitais e concertos de música de câmara em vários países da Europa, e colabora frequentemente com várias orquestras na Áustria e em Portugal, como a Wiener KammerOrchester, a Volksoper Wien e a Orquestra Gulbenkian. Em 2018 foi convidada a exercer funções temporárias de 2o Concertino Auxiliar da Orquestra Gulbenkian.

Tamila interpreta um variado repertório, desde o Barroco ao Contemporâneo. Entre as suas apresentações como solista são de destacas as colaborações com a Orquestra Gulbenkian, a Orquestra Metropolitana de Lisboa, a Orquestra Sinfónica Portuguesa, a Orquestra Sinfónica da Casa da Música do Porto, a Orquestra Artquest, a Orquestra Clássica do Centro e a Orquestra de Câmara “Lviv Virtuosi”. Teve o privilégio de tocar sob a direcção de maestros como Garry Walker, Jean-Sébastien Béreau, Miguel Henriques, Pedro Neves, Cesário Costa, David Wyn Lloyd, Vasco Pearce de Azevedo, Luís Carvalho, Serguiy Burko, Osvaldo Ferreira e José Eduardo Gomes. Em Fevereiro de 2016 estreou no Centro Cultural de Belém o Concerto para Violino de António Pinho Vargas - obra escrita em memória ao seu professor de violino Gareguin Aroutiounian.

Entre outros prémios, recebeu o Grand-prix no Festival Internacional de Interpretação e Pedagogia em 2005 na Madeira e foi distinguida em 2011 com o Prémio Maestro Silva Pereira / Jovem Músico do Ano na 25° edição do Concurso Prémio Jovens Músicos da RDP, no qual recebeu o 1° Prémio em Violino - Nível Superior.

Colabora há vários anos em duo com a pianista Anna Ulaieva, com quem já se apresentou em recital em Portugal, Espanha, Áustria, Alemanha e Suíça. Outras colaborações incluem nomes como Vesna Stankovic-Moffatt, Christian Euler, Julian Arp, Diemut Poppen, Maria-Elisabeth Lott, Alexander Chausian, Pavel Gomziakov, Alexander Lonquich, Tanja Becker-Bender, Matan Porat, Paul Tulloch, Fernando Costa e Inês Andrade.

Participou em masterclasses sob a direcção de conceituados músicos como Gareguin Aroutiounian, Zahar Bron, Nora Chastain, Rainer Honeck, Pavel Vernikov, Gerhard Schulz, Alexei Mihlin, Vesna Stankovic- Moffatt, Sergey Kravchenko, Georgiy Pavliy, Daniel Garlitsky, Liana Issakadze, Svetlana Makarova, Igor Volochine, Robert Davidovici, Pierre Amoyal, e Robert Levin.

Desde 2016 é professora convidada de violino na Escola Superior de Música de Lisboa (ESML). Possuindo uma paixão pela educação e pelo trabalho pedagógico, co-fundou e orienta desde 2017 o Hortênsia Music Festival - Concertos e Masterclass de Verão, um festival anual que decorre na ilha Terceira, nos Açores.

Paul Tulloch nasceu em 1986 em Melbourne, na Austrália e vive actualmente na Europa. Apresenta-se regularmente em diferentes grupos de música de câmara, como solista e colabora com várias orquestras como a ORF – Vienna Radio Symphony Orchestra (Áustria), a Wiener KammerOrchester (Áustria) e a Orquestra Gulbenkian, tocando sob a orientação de maestros como David Zinman, Michael Boder, Lawrence Foster, Lorenzo Viotti, David Afam, Giancarlo Guerrera, Hannu Lintu e Jukka-Pekka Saraste. Realizou digressões pela Áustria, França e Alemanha, e participou em festivais como o Beethovenfest Bonn.

Actualmente Paul prossegue os seus estudos em Konzertexamen com Diemut Poppen na Hochschule für Musik Detmold (Alemanha). Previamente estudou viola com Samuel Barsegian (Orquestra Gulbenkian), com Matthias Maurer (Orquestra Royal Concertgebouw), com Mario Gheorgiu (ORF Vienna Radio Symphony Orchestra) e recebeu orientação de Tobias Lea (Orquestra Filarmónica de Viena).

Além da viola, Paul formou-se também em violino. Trabalhou como assistente de Robert Davidovici na Florida International University (FIU), onde terminou o curso de Mestrado em Violino com distinção em 2012. Estudou posteriormente com Ida Bieler na Kunstuniversität de Graz, na Áustria. O seu curso de Licenciatura foi completado na sua cidade natal, na Universidade de Melbourne, onde estudou com Nelli Shkolnikova, Robert Davidovici e Elizabeth Sellars.

Paul foi concertino da Florida International University Symphony Orchestra, tocando sob a batuta do maestro Grzegorz Nowak. Durante os seus estudos na FIU, recebeu a bolsa de estudos “Instrumental Excellence Scholarship Award” em 2009 e a “Herbert Wertheim Scholarship” em 2011. Colaborou com muitos jovens compositores, estreando várias das suas obras e fez parte de vários grupos de formação barroca. Teve aulas de música de câmara com Shmuel Ashkenasi e outros membros do Quarteto Vermeer, com Stephan Goerner do Carmina Quartet, com Chia Chou do Parnassus Trio, com Michael Klotz do Quarteto Amernet e com Robert Davidovici. Colabora frequentemente com as pianistas Anna Ulaieva e Karina Aksenova, e forma um trio com o violoncelista Fernando Costa e a violinista Tamila Kharambura.

Em 2017 co-fundou o Hortênsia Music Festival, um festival anual orientado para a educação musical através de uma série de concertos e masterclasses que decorre na ilha Terceira, nos Açores.

Também em 2017 Paul orientou masterclasses na Escola Superior de Música de Lisboa, integradas no Festival de Cordas da ESML e em 2018 orientou masterclasses organizadas pelo grupo Melbourne Chamber Strings, em Viena (Áustria).

Para além da sua actividade de instrumentista, Paul é também um cantor experiente. Desde os 7 anos integrou o St. Paul’s Cathedral Choir, um dos mais reconhecidos coros na Austrália e foi membro do aclamado Choir of Trinity College Chapel, em Melbourne.

Fernando Costa tem-se afirmado nos últimos anos como um valor seguro da nova geração de intérpretes em Portugal, somando alguns prémios de prestígio à sua carreira. As suas performances são marcadas por uma forte presença em palco, combinando um estilo dinâmico e impulsivo com a sua expressividade e sensibilidade musicais.

Violoncelista português nascido em 1991, iniciou os estudos de violoncelo com Valter Mateus e em 2013 terminou a Licenciatura com classificação máxima, na Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo no Porto, na classe de violoncelo de Jed Barahal. Concluiu, em 2015, o Mestrado em Performance Musical sob a orientação do prestigiado violoncelista António Meneses, na Escola Superior de Música de Berna, na Suíça.

Teve a oportunidade de actuar como solista acompanhado pela Orquestra Gulbenkian, Orquestra do Norte, Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras, Orquestra Sinfonieta da ESMAE, entre outras. Apresenta-se tanto a solo como em música de câmara, tendo actualmente uma regular actividade musical em Portugal e no estrangeiro. Entre os seus recentes projectos, destacam-se as digressões pelos Estados Unidos, China e África do Sul e a participação em festivais em Portugal, Alemanha, França e Itália.
and South Africa and the participation in several Music Festivals like in Portugal, Germany, France, and Italy.

Foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian entre 2013 e 2015 e actualmente é representado pela KNS Artists. Recentemente, foi editado o seu segundo álbum – Revelação – pela editora alemã Decurio.

Website Oficial: https://www.ulaieva.com/

A pianista ucraniana Anna Ulaieva, residente na Áustria, iniciou os seus estudos musicais aos cinco anos, tendo recebido aulas violino e de piano. Depois de várias vitórias em concursos nacionais para crianças talentosas em ambos os instrumentos, Anna escolheu o piano como seu instrumento principal e aos onze anos integrou na Escola Especializada de Música para crianças talentosas “M. V. Lysenko” em Kiev (Ucrânia), onde estudou com a Prof. Nina Naiditsch. Posteriormente continuou os seus estudos com o Prof. Yuri Kot na “Academia Nacional de Música Tchaikovsky” em Kiev, onde terminou o curso com distinção. Foi laureada doPrograma “Novos Nomes da Ucrânia”, no qual recebeu uma Bolsa dada pelo Presidente da Ucrânia. Em 2009 prosseguiu os seus estudos na Kunstuniversität de Graz (Áustria) sob a orientação de Milana Chernyavska, terminando o curso com distinção em 2017.

Anna é vencedora de muitos concursos internacionais de renome. O seu maior sucesso até hoje foi vencer o 1º prémio no "Malta International Piano Competition 2018". Mais de 720 pianistas provenientes de mais de 70 países competiram num dos maiores concursos mundiais, com o maior prémio da história de competições de piano (1º prémio, 100,000€). Outro pilar na sua notável carreira foi ter recebido um Blüthner Grand Piano como 1º prémio depois de ganhar o Blüthner Golden Tone Award 2013. Outros sucessos incluem os concursos A. Scriabin Piano Competition Grosseto (2º prémio, 2018), German Piano Open Berlin (1º prémio, 2017 ), Brahms Klavierwettbewerb Detmold (1º prémio, 2017), Isidor Bajic Piano Memorial Competition (2º prémio, 2017), Blüthner Golden Tone Award, (1º prémio, 2013), Josef Dichler - Piano Competition (1º prémio, 2011), Jeune Talents (1º prémio, 2011), bem como Martha Debelli Competition em Graz (Áustria) nas categorias de piano solo e música de câmara - quarteto com piano (1º prémio 2009, 2011, 2013).

Actualmente Anna é convidada como membro de júri em inúmeros concursos internacionais. Mais recentemente, em concursos na Sérvia e na Ucrânia. Estreou-se como solista com a Orquestra Filarmónica da Ucrânia em Kiev em 2001. Desde então, apresenta-se regularmente em recitais, concertos de música de câmara e a solo com orquestras de todo o mundo e é convidada de vários festivais internacionais. Já se apresentou com a Orquestra de Câmara da Rádio da Bavária, com a Orquestra Kiev Virtuosi, com a Orquestra Nacional da Ucrânia e maestros como Dmitry Jablonski e Christian Jarvi.

A sua gravação para CD das Estações de Tchaikovsky e das Sonatas de Prokofiev confirma as suas habilidades pianistas e artísticas. Anna é professora de piano do curso de preparação para crianças e jovens talentosos na Kunstuniversität de Graz (Áustria) e orienta masterclasses na Áustria, em Portugal e na Ucrânia.

Anna dedica uma especial atenção ao desenvolvimento de crianças e jovens com muito talento para a música. Como tal, fundou a masterclass “Gifted in Music” em Kapfenberg , na Áustria (www.giftedinmusic.at), da qual é directora artística.